TIPOS DE QUADRA DE TÊNIS – DIFERENÇAS ENTRE SAIBRO, GRAMA E QUADRA RÁPIDA

Se você acompanha tênis você sabe que existem diferentes tipos de quadra de tênis. Você já se perguntou por que Michael Chang se destacou nas quadras de saibro na década de 1990, enquanto o gigante Pete Sampras, que venceu quase todos os grandes Grand Slams mas nunca um disputado no saibro? Hoje vamos te mostrar as principais diferenças entre os três tipos de superfície: saibro, grama e quadra rápida.

Se você acompanha tênis você sabe que existem diferentes tipos de quadra de tênis. Você já se perguntou por que Michael Chang se destacou nas quadras de saibro na década de 1990, enquanto o gigante Pete Sampras, que venceu quase todos os grandes Grand Slams mas nunca um disputado no saibro? Hoje vamos te mostrar as principais diferenças entre os três tipos de superfície: saibro, grama e quadra rápida.

Tipos de Quadra – Saibro

As quadras de saibro são sinônimos do aberto da França, o famoso Roland Garros. O saibro é um dos tipos de quadra mais lentas no universo do tênis e tem as seguintes características:

  1. diminui a velocidade da bola;
  2. reduz o deslize da bola na superfície da quadra; e
  3. a bola pinga mais alto.

Por todas essas características, saibro reduz a velocidade de uma bola, mesmo quando é acertada por fortes rebatedores, facilitando o retorno do adversário. Isso pode explicar por que jogadores como Pete Sampras, que prefere o saque e voleio, nunca ganhou Roland Garros (o único Grand Slam disputado em uma quadra de saibro), apesar de seu domínio das quadras de grama e rápidas na década de noventa.

As quadras de saibro são as preferidas de jogadores de fundo e jogadores que têm spin pesado, como Michael Chang e Rafael Nadal, mais conhecido como o Rei do Saibro.

Tipos de Quadra – Grama

A quadra de grama está normalmente associada ao tradicional torneio de Wimbledon, que acontece todos os anos no mês de julho na Inglaterra e conta com a presença de grandes nomes do tênis como Roger Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic.

Esta superfície é a mais rápida de todos os tipos de quadra de tênis devido à sua característica escorregadia. A bola pinga mais baixo pois o solo é mais macio do que os materiais usados nos outros tipos de quadras de tênis. As quadras de grama também fazem com que não seja tão fácil prever onde a bola irá quicar pois a grama é uma superfície mais macia e ligeiramente irregular.

Devido às características das quadras de grama, a bola fica mais rápida e pinga mais baixo, sendo favorecidas por jogadores que tenham bom saque e sejam confortáveis na rede. Roger Federer detém o recorde de vitórias consecutivas em quadras de grama, ganhando 65 vezes entre 2003 e 2008.

Tipos de Quadra – Rápida

As quadras rápidas ou quadras duras são geralmente feitas de concreto ou asfalto e são as mais fáceis de encontrar, já que são de fácil manutenção. A quadra rápida tem as seguintes características:

  1. a bola viaja a uma velocidade mais lenta do que nas quadras de grama, porém mais rápido do que nas quadras de saibro;
  2. a bola pinga alto pois a superfície é dura; e
  3. é mais fácil prever onde a bola vai cair pois a superfície é muito plana e de fácil manutenção, o que evita irregularidades.

A Federação Internacional de Tênis (ITF) geralmente considera as quadras rápidas (duras) como uma boa superfície para todos os tipos de jogadores, pois fornece um bom equilíbrio entre as quadras de grama e as de saibro, fazendo desta uma quadra mais “democrática”, que favorece vários estilos de jogo, desde o jogador de saque e voleio, até o jogador de fundo.

Apesar disso ainda há os especialistas que acreditam que as quadras rápidas favorecem os jogadores que têm um bom saque e os jogadores de fundo, já que esta superfície é rápida e é mais prever onde a bola vai cair.

Publicado originalmente no site Active SG.

Sobre Carlos Omaki

Carlos Omaki é treinador de tênis há 38 anos. Uma das referências do tênis nacional, dono de duas premiações como Melhor Técnico das categorias de base do tênis brasileiro, é proprietário da COT tendo equipes na Academia Paulistana de Tênis, Club Athlético Paulistano e Tênis Club Paulista e com seu staff de treinadores cuida de cerca de 500 atletas na cidade de São Paulo.

Como treinador, participou não só dos começos de carreira de Luisa Stefani, mas também de Bia Haddad Maia, ex-top 60 mundial, e muitos outros.

Faça Parte da Equipe Carlos Omaki de Tênis Competitivo

No Carlos Omaki Tênis Competitivo oferecemos  planos de desenvolvimento customizados e calendários específicos para que cada atleta possa atingir seu potencial.

Contato
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on google

Search

Post Recentes

Categorias

newsletter

× WhatsApp